Monday, June 6, 2016

Cuscuz de Tapioca

"Ai, mas que saudade eu tenho da Bahia"


E tenho mesmo. Enquanto os deuses não me levam para aquelas paragens, vivo sempre tentando trazer um pedaço de lá para meu mundo aqui, nessa selva de pedra. Enfeites, cores, lembranças, fotografias. Mas é a comida o portal que leva até lá quando estou com saudades e as obrigações do cotidiano me acorrentam em São Paulo. 

Uma das coisas mais simples e deliciosas que aprendi a comer na Bahia é o cuscuz de tapioca. Um trequinho simples, de sabor suave e que arremata um bom café da manhã ou um lanche da tarde ouvindo o barulho do mar. Nesse caso, em Sampa, ouvindo o barulho da chuva. Todos os meus amigos baianos diziam que o cuscuz é muito fácil de fazer: basta acrescentar a mesma medida de tapioca e líquido, que pode ser água, leite de coco, leite ou até água de coco e açúcar. E depois fazer uma caldinha com leite ou leite de coco e açúcar, até mesmo de leite condensado.

Tão fácil, tão fácil, que eu nunca consegui acertar o ponto. Ou virava sopa, ou virava uma borracha. Só muito recentemente descobri que usava a farinha errada. E minha amiga me presenteou com um saquinho de "Tapioca da Fazenda", que é uma goma de mandioca, seca, em farelos. Nem pó, nem bolinha; farelos. Infelizmente eu não consegui encontrar a embalagem na internet, mas vai aqui uma fotinho. E repare bem na consistência dela, talvez seja mais fácil encontrar em casas do Norte do que em supermercados.




Então vamos aos ingredientes:

01 xícara de goma de tapioca
01 xícara de açúcar
01 xícara e 1/2 (essa foi a melhor proporção que achei) de líquido, que pode ser leite de coco, leite, água, ou água de coco. Eu usei leite de coco e completei com leite integral.

Modo de preparar:

Numa vasilha, misture bem, até todo o açúcar se misturar e a massa ficar bem homogêna. E pronto! tampe a vasilha ou despeje numa forma de pudim e leve à geladeira. Eu não cronometrei quanto tempo leva para endurecer, mas deixei da noite para o dia e, no dia seguinte, estava perfeito! Uma consistência de pudim, bem molinho, mas que é possível cortar em fatias.

Sirva com uma caldinha de leite de coco e açúcar, ou leite com açúcar. Se quiser ousar, pode colocar caldas de frutas, mel ou melaço. Mas eu prefiro mesmo é com a caldinha de leite.

Aviso aos comilantes: esse cuscuz "casa" como ninguém com um café preto bem quentinho ou mesmo um bom café com leite.

Bom apetite!


No comments:

Post a Comment